segunda-feira, 19 de junho de 2017

Eu sou responsável pela minha Paz


Paz é estar no Bem, confiante e seguramente. Tem gente que confunde estar em paz com se conformar com as coisas e sustentar um estado de morbidez. Na Paz verdadeira existe ação, movimento, muita energia positiva. Na Paz somos assertivos e dinâmicos. Porque estando emocionalmente calmos e estabilizados no Bem produzimos mais, agimos mais, somos mais fortes. A Paz nos permite desbloquear nossa sensibilidade, nossos sentidos mais profundos e as potencialidades de nosso Eu Maior, proporcionando-nos uma melhor versão de nós mesmos.

E a Paz depende única e exclusivamente de sua permissão e escolha para se manifestar. Não depende de como a vida está lá fora, tampouco de como as pessoas te tratam. Depende da forma como decide reagir. Depende da importância que dá e da maneira como você se posiciona perante os fatos. 

A Paz é um estado de segurança, mas em si mesmo. Porque quando nos seguramos em qualquer outra coisa, nada garante que estaremos seguros. Pois o que não depende de nossa energia e vontade pode seguir outros rumos. E se basearmos nossa Paz em algo fora corremos o sério risco de ficar sem ela. E é praticamente certeiro que a perderemos.

Então, pra começar bem a semana, vamos guardar isso – Eu sou responsável pela minha paz. A minha paz quem me dá sou eu mesmo. E faço isso através de escolhas fortes que coloquem o meu bem-estar em primeiro lugar. Eu escolho a paz quando abraço a confiança de que posso resolver tudo e de que tudo tem solução. E também quando eu decido dentro de mim que o mal dos outros não determinará a forma como me sinto. Isso depende de mim e não de outrem. Eu sou senhor do que acontece comigo. Sou senhor das minhas sensações. E posso me colocar no estado que quiser ficar. E se eu, de verdade, escolher a paz, não haverá ninguém que seja capaz de tirá-la de mim.


Bom dia e ótima semana!
Que o Amor nos cure!
Vinícius Francis :-) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.